Chile – Valle Nevado e Farellones

Depois de Cajon del Maipo eu estava certa de que nada mais poderia me deixar deslumbrada. Mas, o Chile é realmente surpreendente e conseguiu me arrancar ainda mais suspiros no terceiro dia.

Acordamos muito cedo para ir novamente às cordilheiras, dessa vez ao Valle Nevado. Valle Nevado é um resort de esportes de inverno, criado em 1988 por empresários franceses, nas Cordilheira dos Andes, a cerca de 50km de Santiago.

Se você gosta de neve e gosta de esquiar esse é um passeio simplesmente imperdível. O complexo tem mais de 40 pistas de diferentes níveis tanto para esquiadores como para snowborders. Se você nunca usou um esqui, mas não tem medo de arriscar, o Valle tem cerca de 200 instrutores particulares para te dar algumas aulinhas básicas e introdutórias. (prepare o bol$o!)

1. O Trajeto

Embora o trajeto de Santiago a Valle Nevado seja relativamente curto, você vai levar cerca de 1h30. Isso porque o trecho da Cordilheira é extremamente sinuoso, são cerca de 70 curvas muito fechadas (se liga no waze na foto abaixo), que devem ser feitas com toda a precaução, especialmente durante o inverno, período em que há gelo na pista.

IMG_3495

Geralmente as pistas de esqui (Valle Nevado, Farellones e outras) costumam abrir na última semana de Junho, quando começa a alta temporada de Inverno e vão até Outubro. Entretanto, porque Deus é realmente maravilhoso, as pistas abriram no dia 27 de Maio Maio, quase um mês mais cedo e poucos dias antes da nossa chegada. Isso, devido a uma nevasca antecipada que encheu as pistas de neve. E foi por isso, só por isso, que a gente pagou barato na passagem e… vimos paisagens deslumbrantemente brancas *_*

Glória a Deus!

Embora as pistas de esqui (no cume do monte) estivessem com neve, as estradas ainda estavam secas, o que tornou nosso caminho muito tranquilo. Mas na neve, atenção redobrada! O caminho é muito sinuoso e muitas curvas estão sem guarde-reio. Por esse motivo é obrigatório o porte de correntes para pneus, e quando há neve o uso das mesmas.

correntes-de-neve

A neve reduz a aderência do pneu no solo e as correntes são uma medida de segurança que evitam derrapagem e perda de tração dos pneus. Para os caminhos de Valle Nevado e Cajon Del Maipo na alta do inverno, é fundamental seu carro estar preparado.

No caminho para o Valle Nevado, você irá passar por um posto policial. Se a fiscalização estiver acontecendo, será averiguado se você está portando correntes e, caso haja gelo na pista deverá estar com as mesmas instaladas. Se a sua situação estiver irregular você será obrigado a voltar. No caminho, um pouco antes desse posto policial, você pode alugar e instalar correntes por cerca de CLP 10000 (R$53,00 em média).

Antes de viajarmos li muitos posts sobre dirigir na neve, especialmente nesse trecho para as pistas de ski e pareceu bastante assustador. Mas, percebi que a maioria era exagero, embora tenhamos pegado um início de temporada excelente, até mesmo na alta do inverno é possível você ir com seu próprio carro, só é necessário muita calma, cautela,  bons pneus, bom carro e correntes.

Particularmente falando, a liberdade de fazer os passeios sozinhos é inigualável. Vi muitas vans de agências de turismo correndo a milhão pelas estradas, sem dar muitas chances aos passageiros de tirarem fotos e apreciarem a paisagem. Além do que, às vezes, os experientes se tornam mais imprudentes do que os inexperientes.

IMG_3603

IMG_3525

Achamos o caminho até o Valle Nevado mais bonito do que o vale em si. Nosso tempo na estrada acabou sendo muito maior do que o previsto porque fomos parando em cada cantinho fantástico que descobríamos para tirar muitas fotos e registrar tudo. Sem dúvida, o lugar mais lindo que eu já vi. Sim! A subida para o Valle Nevado me deixou mais estupefata que Cajon del Maipo.

IMG_3634

IMG_3640

Tiramos tantas fotos fantásticas que até para seleciona-las fica difícil. São muitos mirantes durante todo o caminho, com espaços largos o bastante para você encostar o carro e passar um tempo apreciando a vista. Não consigo imaginar um melhor momento do que o início do inverno para apreciar aquela região. Como as montanhas ainda não estão totalmente cobertas de gelo, não fica cansativo de se olhar tudo absolutamente branco.

IMG_3648

IMG_3666

IMG_3583

IMG_3614

A medida que nos aproximávamos de Valle Nevado, as estradas ficaram mais brancas e repletas de neve. Para nós, brasileiros, pouco acostumados com a neve, a visão do cume das montanhas é pretty amazing! Mas confesso que o frio é tão intenso que tenho dificuldade em aproveitar tudo o que o momento me oferece. Então não se preocupe em exagerar nas roupas de frio.

As pistas do Valle Nevado ficam no ponto mais alto da montanha, a cerca de 3000 pés de altitude e com isso o ar fica rarefeito. Uma certa vertigem ou moleza pode te ocorrer, se esse for o seu caso, saiba que é normal. Seu corpo está se acostumando com a nova altitude.

Eu não passei mal, mas levei um tombo danado. Por isso que estar com a roupa apropriada é tão importante. Escorreguei numa placa de gelo e cai de bumbum no chão. O tombo foi tão forte que quando levantei, minha pressão caiu, e eu quase (quase!!!) não desmaiei nos braços do meu marido #souDessas

Então, tome bastante cuidado para não estragar seu passeio com bobagens. Se alimente bem, se vista adequadamente e tome cuidado!

IMG_3684

IMG_3687

As pistas e seus níveis são todas demarcadas. Na foto a pista está muito vazia, mas se você for em Julho ou Agosto vai pegar uma pista cheia de gente e muito mais animada. É bom viajar fora de temporada, mas as vezes a gente sente falta da alegria contagiante das pessoas ao nosso redor. E provavelmente esse burburinho será em português já que 80% dos turistas que visitam o Valle são brasileiros.

IMG_3707

IMG_3694

2. O que fazer no Valle Nevado

Quando chegamos ao Valle Nevado, de cara, vimos como o lugar é bem estruturado! Você chega com seu carro até o estacionamento, que é de graça, e vai direto no lounge. Lá estão os banheiros e os guichês para aluguel de roupa, reserva da pista ou marcação de horário para aulas particulares.

Depois que resolver o que fazer, uma van vem te buscar para te levar até as pistas de ski e ao complexo de hotéis luxuosos que eles tem. Se você não vai patinar, não tem muito mais o que fazer. Porque toda aquela gigantesca estrutura só tem basicamente isso: pistas e mais pistas de diversos níveis e para todas as idades. O Valle Nevado comporta as melhores pistas de snowboard e esqui da América do Sul e possuem mais de 200 instrutores de todo o mundo, bilingues, para te ensinarem o bê-a-bá do esporte.

Mas, se essa não for a sua intenção e você optar por só passar o dia olhando as pessoas patinarem, sinta-se a vontade. Você não paga nada por isso! Um outro passeio interessante é a Gôndola. Uma cabina totalmente fechada que te leva aos extremos do vale, fica aberta durante quase todo o ano, inclusive no verão.

foto67

Créditos: viajandocompimpolhos.com

Ficamos pouco tempo no Valle Nevado. Como optamos por não esquiar, tomamos um chocolate quente e ficamos apreciando a vista. Ela é realmente de tirar o fôlego! E claro, brincamos na neve! Por que não, não é mesmo?

IMG_3717

3. Os Preços

Fique ciente que o Chile é caro, de todos os países da América Latina, são os pesos chilenos os mais valorizados. A melhor coisa é se preparar financeiramente para alguns gastos. A moeda até pode ser desvalorizada comparada ao real, mas os preços são todos turísticos, ou seja superfaturados.

Embora os preços sejam salgados, o Valle Nevado faz alguns combos interessantes. Dica: Não faça a compra das aulas, do ticket e do aluguel de equipamento separados. Se informe sobre os combos que os preços ficam muito melhores.

Combos: 

  • Bilhete para o bondinhno “La Gondola” | $27.000
  • Bilhete iniciante + aluguel equipamento + aula grupais (2hrs)| $90.000
  • Bilhete + aluguel de equipamento | $68.000
  • Jaqueta + calças + luvas + Botas ou óculos | $25.000
  • Almoço no restaurante Monte Bianco Ristorante | $27.000

4. Roupas

Nem considere ir com a suas roupas normais de inverno para a Cordilheira. É impossível aproveitar o que as montanhas tem para oferecer se você só conseguir ficar num canto tremendo de frio. Quando for se arrumar, considere essas dicas:

  • Segunda pele: ela vai manter o calor do seu corpo, se for comprar no Chile eles conhecem por “primeira capa”.
  • Muitas camadas: 1 calça térmica + jeans ou qualquer outra calça que deseja usar.
  • Meias térmicas: elas vão deixar seus pés pegando fogo
  • Botas para Neve: Eu sugiro que você alugue botas para neve a caminho do Valle em uma dessas lojas que mencionei acima. O André alugou e eu acabei indo com a minha galocha. Ela deu pro gasto, mas no final dei uma escorregada na neve que quase custou o passeio.
  • Touca, chapeu, óculos, chacecol e qualquer outro apetrecho que você conheça que irá te manter quentinho 🙂

Confira também mais informações nesse post.

5. Alimentação

Como o Valle Nevado é um resort, ele conta com um complexo de restaurantes e bares que circundam as pistas de esqui, mas sugiro você levar um lanche por conta própria se estiver na economia. Nossas pinda-trips, sempre contam com lanches caseiros e marmitinhas.

Depois de um café da manhã no hotel e uma manhã no Valle Nevado, almoçamos no carro, a jantinha do dia anterior.

IMG_3749

Farellones e El Colorado são outras duas estações de esqui que são mais diversificadas e com pistas menores. Essa é uma opção interessante para aqueles que não sabem esquiar e só querem se divertir na neve. Eles estão a mais ou menos 200 metros de altitude e a chegada é um pouco mais rápida e mais fácil também. Fique tranquilo porque as estradas são todas sinalizadas e não tem muito como você se perder.

Em Farellones tem diversas opções de atividades (especialmente para crianças), que incluem Tubing (uma boia por onde você desliza mais de 250 metros de gelo), Canopy Corto (tirolesa de 180 metros), Silla Panorámica (nosso conhecido teleférico), Bicicletas para andar na neve, trenó e muitas outras opções.

IMG_3770

IMG_3759

IMG_3755

IMG_3778

Para brincar em todas essas atividades você paga uma tarifa única de CLP 20.000, mas não estão inclusos os esquis. Alugueis de equipamentos ou aulas com instrutores podem ser feitas no local.

O parque é grande e ainda tem um centrinho pra você comprar algumas lembrancinhas, almoçar e tomar um café fumegante enquanto vê pais e crianças brincando na neve. Você consegue passar uma tarde inteira por lá sem se cansar.

Em um passeio de um dia você pode combinar dois parques. O Valle Nevado para conhecer e o Farellones para brincar e se divertir um pouquinho. É uma combinação tranquila de se fazer em um dia.

Não deixe de incluir esse dia em seu roteiro! E se você quiser mais informações sobre o Valle Nevado assista aos vídeos em nosso canal: Christianity4real.

Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s