Road Trip California – Bethel Church, Redding.

Acabei de voltar de uma viagem de 25 dias pela California. Foi, definitivamente, a melhor viagem que eu já fiz, mais completa, redondinha e equilibrada. Foi um tempo precioso para eu me reconectar com meu marido, com Deus e até comigo mesma.

Muitas das dicas de roteiro eu peguei em blogs e sites de viagem. Eles me ajudaram a criar um roteiro muito completo que atendeu todas as nossas necessidades. Acho justo cooperar com esse massivo conteúdo disponibilizado e colocar a disposição meu roteiro também. Espero que seja útil, de alguma forma, para alguém.

PREPARATIVOS PARA UMA VIAGEM INTERNACIONAL

Antes de qualquer coisa, quero falar sobre os PREPARATIVOS PARA VIAGEM. Uma road trip envolve muito planejamento, porque os custos são altos (e podem ser minimizados quando se planeja com antecedência). Demorei 6 meses planejando cuidadosamente passo a passo da viagem, e confesso que foi a melhor coisa que eu fiz. Otimizamos tudo! E aproveitamos ao máximo!

Nossas passagens aéreas foram comprada na LATAM, depois de uma promoção divulgada pelos MELHORES DESTINOS. Você que gosta de viajar, fique sempre atento nas promoções de passagem divulgadas, nesse e em vários outros sites. De vez em quando uma boa oportunidade aparece. Deus é bom!

Viajamos no dia 28 de Outubro, num voo com destino a San Francisco, de 13 horas, com escala em Miami. Por causa do fuso horário (-5horas), saímos de Guarulhos às 11:00 e chegamos em San Francisco às 23:00. Nota: Quando o voo tem escala em Miami todo o processo da alfândega é feito lá. Então foi em Miami, durante a escala de 2 horas, que passamos pela alfândega, autorizaram a nossa entrada e pegamos e despachamos as bagagens novamente. Portanto, se o seu voo tem escala em Miami, garanta que o tempo da escala seja de (no mínimo) duas horas.

O aeroporto de San Francisco é enorme mas como todos os outros, muito bem sinalizado. Assim que saímos de avião, pegamos as bagagens e fomos seguindo as plaquinhas de rental-car. Pegamos um aero-trem que cruza todo o aeroporto, e que, em pouco tempo nos levou a ALAMO. De todas as agencias de locação de automóvel o preço da Alamo é quase imbatível, mas, o atendimento deles é simpório. Chegamos no guichê e não tinha ninguém para nos auxiliar, fizemos o processo sozinho no guichê automático, depois de ver uns 2 ou 3 clientes na nossa frente sofrendo bastante.

Você realmente faz todo o check-in sozinho, só precisa seguir os passos e colocar os dados solicitados na máquina. Quando finalizar, eles imprimem um comprovante e você vai até o local de retirada de veículos. No estacionamento, todos os veículos disponíveis da Alamo e outras agências estão à sua escolha. Eles estão separados por categoria com a chave dentro.

Fomos humildemente procurar nossa categoria, mas, junto com ela estava outros carros de uma categoria superior, pelo mesmo valor. Ou seja, automaticamente ganhamos um upgrade. Ultra upgrade porque pedimos a uma das atendentes um carro com freios e pneus para andar na neve e acabamos com uma SUV pelo preço de um carro executivo. Só Deus para tantos milagres em um período tão curtinho.

Pegamos um Rogue da Nissam. O carro nos acompanhou durante os 25 dias e fez quase 6000km, foi perfeito! Pra vocês terem uma ideia de valores, a locação do carro custou em média US$600 + US$ 153,30 de taxas da locadora. Além desses valores, na entrega outras taxas foram inclusas, como: gasolina (não entregamos como retiramos), Taxas das rodovias (atravessamos três estados diferentes), e algumas outras taxas pequenas que não conseguimos identificar. Fizemos todo o processo pela rental-cars , é site excelente que orça o carro que deseja em todas as locadoras e te dá o melhor preço. Você ainda pode pagar antecipado em Reais via boleto, dessa forma, você evita a IOF.

Retiramos o carro rapidamente e seguimos viagem.

Bethel Church

Chegamos em São Francisco no sábado à noite e planejamos passar o domingo em Redding, a uma distância de 3 horas do aeroporto, para o culto da manhã na Bethel. Como estávamos bem cansados, reservamos previamente um hotel no meio do caminho em Willians.

Os motéis dos Estados Unidos, não tem a mesma conotação dos motéis daqui. São simples hotéis a beira das estradas, grandes redes que estão em todos os lugares, que geralmente os viajantes usam para passar a noite. Ficamos no Travellers Inn, excelente. Bem limpinho, cheirosinho e com uma cama gostosa.

Todos os hotéis foram reservados pelo Booking, depois de uma cuidadosa análise no TripAdvisor, e todos com nota mínima de 8,0. Fica a dica!

Depois de uma noite bem gostosa, acordamos cedinho para mais 1 hora e meia de viagem até a Igreja.

Redding é uma cidade bem gostosa, interiorana (do jeito que eu adoro), afastada de todo o movimento da cidade, mas ainda assim, com toda a estrutura. Não tivemos tempo para conhecer a cidade, porque voltamos para San Francisco no início da noite, mas pesquisei um pouquinho sobre ela e, se você ficar mais do que um dia por lá, tem muitas atividades outdoor para se fazer. +info: Redding City

Chegamos na Bethel na hora do culto e tivemos um pouco de dificuldade para estacionar. e para sentar. A igreja estava cheia! Aos domingos eles tem o culto em quatro horários diferentes: 8:00am, 10:30am, 1:00pm e 6:00pm. Você pode escolher o que melhor se encaixar com a sua programação. + Info: Bethel Church

Igreja americana tem todo o conforto que se vê nos filmes, cadeiras almofadadas, excelente iluminação, funcionários para todos os lados e muitas câmeras profissionais rodando pelo espaço. E talvez, por causa de tudo isso, você imagine que Jesus não estava lá… Mas Ele estava. E sentimos que estávamos em casa quando pisamos na igreja. Qualquer lugar que o Espírito Santo está é casa pra nós.

As pessoas estavam livres: cantavam, gritavam, levantavam os braços ou apenas adoravam em silêncio.

O louvor foi impecável e cheio de liberdade e suavidade. O som é realmente assustador de tão bom. Ao vivo ele é tão limpo como nos vídeos do Youtube.

Fiquei lá, só apreciando tudo aquilo e pensando que muitas vezes é bom sair da caixinha e ver como as coisas estão. Como Jesus esta se movendo através de outros irmãos e de outras igrejas, aprendermos uns com os outros e crescermos juntos. Temos muito a aprender e também muito a ensinar, mas pra isso, alguns muros precisam cair.

Fiquei agradecida, muito agradecida a Jesus por começar as férias na Sua casa. E por ter a oportunidade de estar na Bethel novamente. A cada dia que passa, minha certeza aumenta de que, é por causa de Jesus que eu vivo as coisas que eu vivo. É Ele quem possibilita, capacita e promove todas essas coisas.

Depois do louvor maravilhoso, Bill Johnson ministrou a palavra. Tão profunda! No meio da palavra, que eu comi avidamente, eu olhava pro meu marido em choque “você está ouvindo as pérolas que ele está nos dando??”

Então, não, eles não são rasos. Não são rasos na palavra e não são rasos na adoração.

O culto é breve, tem a duração de 2 horas e é finalizado com uma oração. Para aqueles que precisam de algo mais do Senhor, eles pedem que se acheguem até o púlpito, onde os estudantes da escola de ministérios podem orar por cada um. Eles são ensinados e treinados a darem uma Palavra de Conhecimento no momento da oração.

Isso pode soar estranho para nós, mas é muito comum em igrejas como Bethel e IHOP. Não tem haver com profecias, mas tem haver com sentir o coração de Deus ao seu respeito. É bem bonito e genuíno. Sabemos disso porque a Palavra que recebemos, foi assinada por Deus. Ele sempre fala conosco em termos específicos, e é uma forma de identificá-Lo sempre que ouvimos algo.

IMG_1477IMG_1481IMG_1475

Depois do culto fomos dar uma olhadinha aos arredores. Vimos um pouco da sala das crianças, fantástico! Eles são super organizados e as salas super didáticas e coloridas. Os pais precisam fazer um cadastro quando chegam a ala infantil, registrar a criança e pegar o ticket. Eles só retiram as crianças com os tickets em mãos.

O Coffee Shop e a Lojinha estavam lotadas, mas deu tempo de comprar dois livros e um journal para estudarmos durante toda a viagem. Um costume que carregamos durante todos os dias e até hoje.

IMG_1501

Em um cantinho mais afastado eles tem o Prayer Center, um espaço arborizado e silencioso disponível para você ter um tempo com o Senhor, orar, ler a Bíblia, ouvir louvores. Respeitando o espaço do outro, você tem toda a liberdade para adorar ao Senhor à sua maneira.

IMG_1515

Saímos de lá felizes por ter reservado aquele domingo para ir à Bethel. Eu já tinha ido uma vez, mas foi a primeira vez do meu marido e ele amou! Como fomos viajar sem roupas, peças intimas e peças de banho, nossa primeira parada seria para comprar todos esses itens e claro, comida e um chip para uso lá.

Fizemos várias pesquisas no Brasil e optamos por comprar um plano da AT&T de $40,00 que nos dava um uso ilimitado de dados por um mês em todo território americano. Perfect for us!

Paramos em algumas das várias lojas baratinhas dos EUA (Ross, Marshall, TJ Maxx, Wall Mart) e  compramos roupas, shampoo, condicionador, escova de cabelo, sabonete, além de água (24 engradados de 200mls por $3), salgadinhos e docinhos pra viagem.

Depois de gastarmos algumas horas fazendo isso, pulamos dentro do carro e seguimos de volta à São Francisco, onde ficamos por 3 dias completos.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s